sexta-feira, setembro 24, 2004

O Vórtice

Já sentiste a velocidade, o vento a esmagar-te a cara, a vontade de alcançar o próximo lugar que nunca está perto porque sempre muda, tu avanças, cada vez mais rápido, sentes a adrenalina, o formigueiro nas mãos, o corpo tenso, uma pinga de suor que resvala da fonte e cai perdida no vento, também levada pelo vórtice das palavras, da emoção. O vórtice é o turbilhão de ar que se forma nas pontas das asas de um avião, é o rasgar do vento feito pelo metal, que esmaga em força, e ressoa no ar. Sabes voar, já te imaginaste dentro de um caça a 2700 km/h, não… não são 270 km/h, eu repito, repete tu também e sente 2700 km/h, é fazer do Minho ao Algarve num quarto de hora. Percebes agora o que é o Vórtice e que não vale a pena correr, o teu Ferrari é estupidamente lento, nada como o Vórtice do pensamento…o turbilhão de ideias que não pára e tu a querer avançar…a querer trabalhar e alguém que não te deixa pensar…, tu não me deixas pensar, porque és como o Vórtice que rasga o meu pensamento e não me deixa descansar, sinto-me preso a ti, às tuas palavras, à tua voz …espero nunca fazer-te sentir o Vórtice do meu corpo, da minha alma …no teu corpo, de mulher, …quero desaparecer em velocidade, sem nunca te poder tocar …porque tenho outra mulher que não quero magoar. Já tentei estar aqui e ali, mas cada vez mais me divido, entre ti e o Vórtice que ressoa no ar.

6 Comments:

Blogger Naturalmente...louco said...

"Já tentei estar aqui e ali, mas cada vez mais me divido, entre ti e o Vórtice que ressoa no ar".... é difícil não é? querer e não poder... desejar e não dever... talvez a culpa seja sempre dessa terrível racionalidade que nos põe a desejar não fazer o que desejamos, a deixar de fazer o que queremos... a mesma razão que nos leva a continuar estupidamente unidos ao que já deixou há muito de nos preencher... Se compreendo o teu dilema... ;-)

8:59 da tarde  
Blogger Gilda said...

É tão difícil, não é?... A uma velocidade que nos baralha completamente, que nos deixa sem fôlego que nos faz andar à roda em rodopios de emoções e sentimentos...
Ser o vórtice? Ou ser o que te completa a alma, a vida, a razão de ser daquilo que consideras, bem lá no fundo, o caminho para a felicidade?
É, sem dúvida alguma, uma decisão que cabe exclusivamente a ti.

10:50 da tarde  
Blogger Å®t_Øf_£övë said...

Bonita imagem de uma louca paixão,no entanto julgo que a paixão é mais fácil de ultrapassar do que o amor.O amor dura mais,a paixão é tal e qual como tu a descreves,enquanto a vivêmos é o vortice.Nessa fase apetece-nos gritar:
"Que a minha vontade de ficar,
se transforme em força para fugir."
Abraço.

5:15 da tarde  
Blogger souuma said...

O mundo gira... e nós rodopiamos, muitas vezes, sem controlo, sem vontade de parar...
Há turbilhões que nos trespassam... uns ficam, outros "apenas" nos rasgam.

11:13 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Wonderful and informative web site. I used information from that site its great. Colors contact lens Popa chubby epiphone Cheap dental plans endometriosis Antique coil rocking chair Maytag dishwasher best buys

11:25 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

This is very interesting site... order tadalafil 30 day 2005 jeep liberty renegade seat covers sale Botox and premature ejaculation Coach holiday patchwork handbags at discount prices car window tinting portland or Dental implant insurance us valtrex zoster percocet no prior prescription needed Crystal lake michigan real estate sale Rodgers audi bellingham Symbian mp3 player .sis torrent aston martin vantage v8 testbericht Permanent hair removal and maine interior designer career Msn parental control

3:26 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home