segunda-feira, outubro 10, 2005

Outra forma de ver o mundo


Ver os problemas, as situações de outro prisma, existem lugares onde:
A sociedade europeia está cada vez mais multiracial, vês pessoas de todo o mundo, com várias crenças, vestindo das mais variadas formas ... um facto a Europa Ocidental está a tornar-se uma comunidade multicultural. Turbantes, véus, cores berrantes ... tudo existe lado a lado.

Aguardo o autocarro e noto que sendo o único na paragem as pessoas fazem fila atrás de mim à medida que vão chegando, nem te perguntam nada ...as direcções dos campos empresariais têm transportes gratuitos.
Descer uma escada rolante é feito sempre pela direita dando passagem aos outros,
Nas autoestradas os condutores têm uma pressa relativa, não vi um único acidente.
Os passeios inclinados têm avisos no chão indicando o risco de escorregar,
As cameras de vigilância estão por todo o lado. Os serviços sociais visitam as zonas mais degradadas em busca de lixo no exterior (sujeito a multa) fazem-se verdadeiras pesquisas só para encontrar o autor da transgressão. A acção social vai a casa das pessoas com mais dificuldades para verificar o apoio necessário mas também para obrigar as pessoas a um nível mínimo de higiene, quem não o respeitar, a acção social coloca equipas de limpeza uma a duas vezes por semana para limpeza. As primeiras vezes são gratuitas, depois não há desculpa.
Estive em locais em que o paraíso é visível, lagos com gansos são atravessados por estradas em que a prioridade é dos animais, as estradas têm lombas frequentes para reduzir a velocidade, empresas de vidro contrastam com este sítio.
Ao entrares numa dessas arquitecturas de vidro, é como entrar para dentro de um filme, reconhecimento facial, identidade verificada, segurança armada por todo o edifício, paredes de vidro à prova de bala ...acesso à net ...nem pensar. Esta é a realidade ...daqueles que guardam os segredos dos deuses. Em cada corredor uma camera verifica se estás numa área de acesso permitido. Se não fores reconhecido ... o acesso é automáticamente bloqueado através das portas de acesso.
Terminado o trabalho vamos para o almoço e aí tens num saco de papel uma sande plastificada (também há para vegetarianos), um bebida de lata, um peça de fruta, um pacote de batatas fritas e um chocolate ...tudo gratuito, enquanto estiveres lá dentro. Nome da empresa ...Microsoft, pois é eles criam mundos virtuais, para que os que lá trabalham não sintam necessidade de nada, tens ginásios, creches, bons ordenados ...o reverso da medalha é entrares às 7:00 e saíres entre as 16:00 e as 17:00, quando os projectos estão próximo do fim ...o horário é alargado, podes fazer 12 horas.

Então e o nosso jardim, não é muito mais bonito do que estes paraísos artificiais ?
Lá fora Portugal é uma terra de sol, boa gastronomia, turismo barato, somos vistos como latinos e desordenados, poucas regras.
De regresso ao nosso Portugal as autárquicas estavam ao rubro ... continuamos sem rumo, que solução encontrar para podermos sair desta crise, seguimos uma Europa de longos horizontes ... com regras, mas será que não devíamos ter as nossas regras, os nossos horizontes, diferentes da Europa. Fazer diferente e melhor, o nosso melhor trunfo ... acreditem é a nossa criatividade. Já agora ... termino como comecei a olhar o mundo de outra forma. Vejam onde e quem consome neste mundo ...

4 Comments:

Anonymous Ana said...

É estranho imaginar o "mundo" que descreveste... Mas apesar desta dificildade é real e está aqui ao lado, do outro lado do oceano!
Apesar de gostar de conhecer esta realidade... Acho que não trocava o meu país poe ela, apesar de estar muito mal em quase tudo!

3:05 da tarde  
Blogger soldeinverno said...

pensar que esse "futuro" de que falas se aproxima se Portugal a passos largos dá muito medo... imaginar-me um mundo fechado e artificial é demasiado horrível...não suportaria jamais... pensar que está tão perto...

1 beijo para Ti...

4:54 da tarde  
Blogger Estrela do mar said...

...Luis...gostei muito deste teu post...realmente o mundo avança a uma velocidade que nem damos conta...mas eu não trocava nada por uma vida natural...sem muito virtualismo...

Beijinhossss.

3:18 da tarde  
Anonymous Claudinha said...

Olá, é minha primeira visita aqui. Gostei do post e me preocupo muito com a nossa nave mãe Terra. A globalização, a multi cultura tem seus lado bom, precisamos ter cuidados e conscientização. Enfim, educação.Nosso planeta é muito lindo!

6:53 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home