domingo, janeiro 15, 2006

Presidenciais




Depois das autárquicas, das legislativas, atravessamos uma longa campanha presidencial,
onde as ideologias ultrapassadas de alguns candidatos colidem com o deserto de soluções de outros,
só que o abismo continua a crescer ... os dados comunitários dizem que estamos à beira da
estagnação técnica ...ou seja a nossa economia, os motores deste país estão praticamente a zero.
As mentiras da campanha eleitoral legislativa ...paradoxalmente não fizeram desistir o povo que continua ...agora mais revoltado, porque mais enganado.
Soares perde a toda à linha ...por várias razões (aliás uma candidatura absurda em si mesmo), mas também porque

é apoiado pelo governo que pede sacrifícios mas os seus ministros, a começar pelo primeiro que não dão o exemplo. A viagem para ir ver o jogo de futebol da selecção realizada num Falcoon pago com o dinheiro dos contribuintes, realizada num sábado entre Lisboa e Aveiro. As férias na neve numa estância de luxo na Suiça, outros exemplos surgem ...todas as semanas (por exemplo a frota renovada dos administradores do Banco de Portugal, a frota de 8,5 milhões de euros das Estradas de Portugal, a menina do restaurante que entrou sem concurso público para o Ministério da Justiça). Podíamos encontrar um rol enorme de provas que conduzem a uma clara conclusão a despesa pública está imparável e o exemplo vem de cima. Acho que todos entendem agora para onde vão os 2% de IVA que todos (uns mais que outros) temos de suportar.
Este é o maior erro que um lider pode cometer.
Ao longo da História da Humanidade ...os grandes lideres de Alexandre ... a Eisenhower,
todos tinham uma característica em comum ...sabiam dar o exemplo, quer fosse em tempo de guerra,
quer fosse em tempo de paz.
Analisando os outros candidatos ... é senso comum que Jerónimo tem o seu eleitorado, Louçã o mais brilhante em termos de raciocínio e crítica política mas também para defender uma ideologia que já deu provas basta olhar para os Países em que o Marxismo-Leninismo governou ...onde estão as sociedades mais justas ?
Mais um que vai votar Cavaco pensam vocês .. desculpem, apesar de saber que que é ele que vai ganhar, penso que o voto no Poeta é o que mais faz doer ... ao sistema, às ideologias falhadas do passado, contra a máquina eleitoral do PS e ...como de um sonho fosse ...ele seria o primeiro a opôr-se contra o primeiro ministro, a demitir a nulidade e incompetência do Procurador da República, que é a imagem perfeita da nossa Justiça actualmente.
Bem para que não restem dúvidas Cavaco faz-me lembrar um neo-conservadorismo Salazarista ...onde as soluções para o desemprego, para o aumento da qualidade de vida de todos os que nos rodeiam, isto é saúde, justiça ... e ânimo de uma voz que leva consigo um povo não existe ...
ainda bem que estamos na comunidade Europeia, pelo menos temos alguém que ... puxe as orelhas ao Sócrates.

Deixo-Vos esta música de fundo para ouvirem e espalharem pelo Vosso ambiente … assim em jeito de quem chama o Verão …ouçam.


6 Comments:

Blogger Hipatia said...

2 votos no poeta; os mesmíssimos motivos :)

7:16 da tarde  
Blogger Ana said...

Pois...As coisas estão cada vez piores, e apesar de estarmos na UE acho que os "puxões de orelhas" ao Sócrates são insuficientes para fazer o país recomeçar a andar!
Quanto às Presidenciais, já estava decidida mas as dúvidas são cada vez maiores!Votar em quem a minha consciencia manda mesmo sabendo que o tal candidato não chega a Belém ou votar no poeta que tem mais hipoteses de conseguir!

11:00 da manhã  
Blogger soldeinverno said...

podes não crer, mas ainda não me decidi... ou melhor...o mais certo é chegar lá e sair-me um branquinho, pois na minha opinião nenhum deles tem perfil para representar o nosso país... beijinho para ti...

7:00 da tarde  
Blogger Misty said...

3 votos para o poeta...mas não fico tranquila. Porque sei que não será um Presidente, no actual regime semi-presidencial, cujo leque efectivo de poderes presidencias é muito limitado, que vai colocar o país num caminho de redenção e progresso.

De resto, acho que o sistema actual já pouco ou nada vai evoluir; sinto que estamos globalmente a caminhar para um abismo.

E Portugal tem já provas de que não sabe planear a médio/longo prazo, muito simplesmente porque os governantes não têm sentido de estado (hoje a política é, deuma forma despudorada, quase pornográfica, um mero meio de governar a vidinha aos poucos privilegiasdos que, desde cedo, nos bancos das faculdades, se colam à política...).

Como tal, domingo irei exercer o meu direito de voto, mas não ficarei mais tranquila por isso...

Luís D, um bj para ti!

5:32 da tarde  
Blogger Estrela do mar said...

...Luis, passei para te deixar um beijinho e votos de continuação de uma boa semana.

2:11 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Best regards from NY! » » »

4:14 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home