sexta-feira, agosto 18, 2006

Desejo submerso



Depois de um chá das Musas,

Num entardecer em que as palavras,

Dizem menos que os olhares reflectidos

Numa piscina interior onde as luzes projectam

O desejo num ambiente submerso

De emoções e sensibilidade levado ao limite

Pelo deslizar entrelaçado dos corpos

Que em apneia emergem:

- Nem consigo respirar.

- Dá-me as tuas mãos, eu dou-te o meu ar.

Mergulhando de novo num mundo onde não há

palavras para respirar.

8 Comments:

Anonymous CháVerde said...

Sem ar, sem palavras, com o gosto do "chá" ainda nos lábios e a vontade... vontade, de contigo mergulhar.

1:59 da manhã  
Blogger Estrela do mar said...

...mas que belo casamento entre fotos e palavras, Luis...gostei...e outra coisa...eu adoro Sarah Brightman...até tenho o último dvd dela em Las Vegas...é LINDOOOO!...


Bjos e tem um bfs.

10:06 da tarde  
Blogger Felina said...

jÁ MERGULHEI.... NO DESEJO SUBMERSO... E gostei!!!

Beijo felino!!!

9:56 da tarde  
Anonymous Sutra said...

É aqui que os excessos não entram? ;-)
Então, deixa-me lá mergulhar nestas palavras tão bem escritas :-)

Beijo doce :-)

10:07 da tarde  
Blogger EU said...

Resperir as tuas palavras, prtovocam o desejo de mergulhar...
Beijo

12:43 da manhã  
Blogger naoseiquenome usar said...

Que mundo mágico, encantado...

1:27 da manhã  
Blogger Ana said...

Fiquei sem palavras...

8:39 da tarde  
Blogger EU said...

Eu, também gosto de voar com a minha alma, até aqui... até além!
Beijo... em tranquilidade...

5:23 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home